bwin

Siga nossas redes

Criptonews

Bitcoin já caiu 20% desde salto após estreia de ETFs nos EUA

Nove novos fundos de Bitcoin spot começaram a ser negociados em 11 de janeiro.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

O Bitcoin já caiu cerca de 20% desde o pico atingido após o lançamento recente dos primeiros fundos negociados em bolsa que investem diretamente no token, com investidores mais cautelosos sobre o impacto potencial dos produtos.

O ativo digital disparou para US$ 49.021 em 11 de janeiro, dia em que os ETFs de gigantes como BlackRock e Fidelity Investments começaram a ser negociados, após aprovação nos EUA. Menos de duas semanas depois, O Bitcoin é cotado abaixo de US$ 39.000.

“Com um sentimento pessimista precendo, os próximos níveis de preços cruciais para o Bitcoin que poderiam fornecer suporte são estimados entre US$ 38.000 e US$ 36.000”, escreveram analistas da bolsa de cripto Bitfinex.

Nove novos fundos de Bitcoin spot começaram a ser negociados em 11 de janeiro, e os US$ 22 bilhões do Grayscale Bitcoin Trust, antes negociado no mercado de balcão, foram convertidos em ETF. Os fundos tiveram um fluxo positivo líquido de US$ 1,2 bilhão nos primeiros seis dias de negociação, disse Eric Balchunas, analista sênior de ETFs da Bloomberg Intelligence. 

O iShares Bitcoin Trust da BlackRock e o Fidelity Wise Origin Bitcoin Fund receberam a maior parte dos fluxos, enquanto US$ 2,8 bilhões saíram do fundo da Grayscale, disse Balchunas. Entre os vendedores estava a massa falida da bolsa cripto FTX, que vendeu a maioria de suas ações no fundo.

“Nas últimas duas semanas, o Bitcoin foi desafiado por condições macroeconômicas mais difíceis – evidenciadas pela alta dos yields e pelo fortalecimento do dólar – e por uma pressão de venda significativa de operadores que liquidaram suas posições de arbitragem com Grayscale, junto com a venda da massa falida da FTX”, disse Sean Farrell, chefe de estratégia de ativos digitais da Fundstrat Global Advisor.

As vendas da FTX potencialmente eliminam um excesso de oferta, sugerindo que a “intensa pressão de venda sobre o Grayscale pode diminuir em breve”, acrescentou Farrell.

O Bitcoin subiu quase 160% no ano passado, superando os ativos tradicionais como ações em meio a especulações de que os ETFs catalisariam uma adoção mais ampla da criptomoeda por investidores institucionais e individuais. O token vem recuando desde a virada do ano e acompanhando os mercados globais.

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site