bwin

Siga nossas redes

Economia

Preço do minério de ferro sobe com alívio de restrições por covid na China

Minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian encerrou a negociação diurna com alta de 2,4%, a 795,5 iuanes (US$ 114,41) a tonelada, depois de subir 4,1% no início do pregão, atingindo seu nível mais alto desde 16 de junho.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

Os contratos futuros de minério de ferro avançaram nesta segunda-feira (05), à medida que aumentaram as esperanças de uma maior demanda depois que mais cidades do principal polo siderúrgico da China diminuíram as restrições rígidas contra a Covid-19 no fim de semana.

O minério de ferro mais negociado na bolsa de Dalian encerrou a negociação diurna com alta de 2,4%, a 795,5 iuanes (US$ 114,41) a tonelada, depois de subir 4,1% no início do pregão, atingindo seu nível mais alto desde 16 de junho.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência em dezembro tinha alta de cerca de 2% nesta manhã para US$ 108,75 a tonelada.

Os residentes de Pequim comemoraram no sábado a remoção das cabines de teste do Covid-19, enquanto Shenzhen disse que não exigiria mais que os passageiros apresentassem os resultados dos testes para viajar, à medida que aumentava o ritmo de contenção do coronavírus na China.

Mais cidades chinesas, incluindo Urumqi, no extremo oeste, anunciaram uma flexibilização das restrições no domingo, enquanto a China tenta tornar sua política de Covid-zero mais direcionada e menos onerosa após protestos sem precedentes contra as restrições no fim de semana passado.

A China continental registrou 30.014 novos casos em 4 de dezembro, em comparação com 31.824 novos casos no dia anterior.

Minério de ferro
REUTERS/Melanie Burton

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site