bwin

Siga nossas redes

Finanças

BTG e Farallon consideram empréstimo novo para capitalizar Light

Tanto o BTG quanto o Farallon estão entre os credores da Light e consideram entrar com dívida nova, incluindo títulos conversíveis.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

O Banco BTG Pactual e a Farallon Capital Management estão considerando injetar dinheiro novo na Light SA, sob condições que incluem a renovação do contrato de concessão no Rio de Janeiro em melhores condições, segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

Tanto o BTG quanto o Farallon estão entre os credores da Light e consideram entrar com dívida nova, incluindo títulos conversíveis, disseram as pessoas, que pediram anonimato pois as conversas não são públicas. As negociações estão em estágio inicial e podem não levar a um acordo, disseram as pessoas. O tamanho do empréstimo não foi definido, disseram as pessoas.

O BTG, a Farallon e a Light não responderam imediatamente a um pedido de comentário.

A Light entrou com pedido de recuperação judicial no ano passado, depois de alertar que os reguladore deixam que a companhia cobre dos clientes o suficiente para pagar suas obrigações. A empresa tem lutado contra o roubo de energia e altos índices de inadimplência entre seus clientes.

A nova dívida se somaria a uma proposta de injeção de capital de Nelson Tanure, o magnata brasileiro que se tornou o maior acionista da Light. Ainda há debate entre os credores sobre o que seria considerado um preço de conversão justo e esse também é um ponto-chave para desbloquear um acordo potencial, disseram as pessoas.

Enquanto os investidores em dívida correram para se desfazer das notas da empresa de 120 anos, suas ações quase triplicaram em relação aos mínimos históricos, graças em parte aos investimentos de Tanure. 

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site