bwin

Siga nossas redes

Geral

3 fatos para hoje: Queda produção petróleo, PIB da China cresce e IPC sobe

Produção de petróleo no Brasil tem queda de 2,04% em dezembro, PIB chinês cresceu 2,9% no quatro trimestre e IPC-Fipe subiu 0,67% na segunda quadrissemana de janeiro.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

1- Produção de petróleo no Brasil tem 2ª queda consecutiva em dezembro

A produção de petróleo do Brasil registrou média de 3,032 milhões de barris por dia (bpd) em dezembro, queda de 2,04% ante novembro, em sua segunda redução mensal consecutiva, apontaram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Ambas as quedas ocorrem após o país ter registrado em outubro uma produção média recorde de 3,24 milhões de bpd.

Na comparação com dezembro de 2021, no entanto, houve uma alta de 6,8%.

A produção de gás natural do país, por sua vez, somou média de 139,8 milhões de metros cúbicos por dia em dezembro, alta de 5,7% na comparação com o mesmo mês de 2021 e queda de 0,39% ante novembro.

A produção média de óleo e gás em dezembro somou 3,9 milhões de bpd, queda de 1,68% em relação a novembro.

2 – PIB da China cresce 2,9% no 4° trimestre de 2022 ante igual período de 2021

O Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 2,9% no quatro trimestre de 2022 ante igual período de 2021, informou nesta terça-feira, 17, pelo horário de Pequim, o Escritório Nacional de Estatísticas do país (NBS, na sigla em inglês). No acumulado do ano, a economia chinesa registrou expansão de 3%, o que representa uma forte desaceleração em relação a 2021, quando o PIB do país havia avançado 8,1%.

O resultado do quarto trimestre foi inferior ao do período anterior, que registrou crescimento de 3,9%. Ainda assim, o número superou a previsão de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que esperavam expansão de 1,7%. Em relação ao PIB do terceiro trimestre, o crescimento no último período de 2022 foi nulo. Com informações da Dow Jones Newswires.

3-IPC-Fipe sobe 0,67% na 2ª quadrissemana de janeiro

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,67% na segunda quadrissemana de janeiro, acelerando em relação à alta de 0,61% verificada na prévia inicial deste mês, segundo dados publicados nesta terça-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na segunda leitura de fevereiro, três dos sete componentes do IPC-Fipe ganharam força: Habitação (de 0,28% na primeira quadrissemana a 0,45% na segunda quadrissemana), Transportes (de 0,34% a 0,53%) e Educação (de 0,87% a 2,35%).

Por outro lado, houve desaceleração nas categorias Alimentação (de 1,09% na primeira quadrissemana a 1,07% na segunda quadrissemana), Despesas Pessoais (de 0,27% a 0,06%), Saúde (de 1,05% a 0,75%) e Vestuário (de 1,10% a 0,95%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe na segunda quadrissemana de janeiro:

– Habitação: 0,45%

– Alimentação: 1,07%

– Transportes: 0,53%

– Despesas Pessoais: 0,06%

– Saúde: 0,75%

– Vestuário: 0,95%

– Educação: 2,35%

– Índice Geral: 0,67%

*Com Reuters e Estadão Conteúdo.

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site