bwin

Siga nossas redes

Negócios

bwin - Saraiva protocola pedido de autofalência

Empresa entrou em recuperação judicial em 2018.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News

ASaraiva (SLED3) informou em fato relevante nesta quarta-feira (4) que protocolou nos autos do processo de sua recuperação judicial, em trâmite na 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Foro Central da Comarca da Capital do Estado de São Paulo, o seu pedido de autofalência.

Loja da Saraiva, em foto de arquivo (Divulgação)
Loja da Saraiva, em foto de arquivo (Divulgação)

A empresa informou ainda no documento que a RSM Brasil Auditores Independentes (“RSM”) não presta mais serviços de auditoria independente à Saraiva.

Encerramento de lojas e renúncias

No último dia 21, a Saraiva anunciou o encerramento das suas lojas físicas, com a respectiva redução proporcional do quadro de colaboradores, permanecendo, desde 25
de setembro de 2023, exclusivamente via e-commerce.

Nesta mesma data, por questões de foro pessoal, Marcos Guedes Pereira, membro
do conselho de administração da Saraiva, renunciou ao cargo.

Já no dia 25 do mês passado, também por questões de foro íntimo, Jorge Saraiva Neto, membro do conselho de administração e, no último dia 20, como diretor-presidente e diretor de Relações com Investidores (DRI), e Oscar Pessoa Filho, diretor vice-presidente, pediram renúncia aos cargos.

Recuperação judicial

A Saraiva entrou em recuperação judicial em 2018 com dívidas que somavam cerca de R$ 674 milhões na época.

Uma das maiores do ramo no Brasil, a empresa surgiu como Saraiva S.A, uma sociedade anônima, em 1947. Mais tarde, em 1972, transformou-se numa companhia aberta.

Naquela época, a empresa vivia uma sequência de inovações voltadas especialmente à área de tecnologia, como o lançamento em 2010, por exemplo, do Saraiva Digital Reader, uma plataforma que permite a venda de Livros Digitais (e-books). No mesmo ano, havia sido inaugurada a primeira loja iTown, uma operação da livraria totalmente dedicada à venda de produtos da Apple.

Situação financeira

Atualmente, a empresa enfrenta uma situação financeira delicada. No segundo trimestre de 2023, a Saraiva registrou prejuízo líquido de R$ 17,5 milhões, revertendo o lucro líquido de R$ 20,1 milhões ante um ano antes.

Na mesma base de comparação, a receita líquida caiu 60,6%, para R$ 7,4 milhões.

Já a receita líquida das lojas físicas caiu 60,2%, para R$ 7,2 milhões, e a receita do site Saraiva.com, por sua vez, recuou 78,6%, para R$ 128 mil.

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site