bwin

Siga nossas redes

Perfis de empresas

Google: os bastidores da gigante tecnológica que redefiniu o mundo digital

Você sabe como e quando o Google foi fundado? Descubra sua história, além de suas subsidiárias e mais!

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 12 minutos

  • Telegram
  • Flipboard
  • Google News
Fundação04/09/1998
FundadoresLarry Page e Sergey Brin
País de origemEstados Unidos
Tipo de empresaSubsidiária
AtividadeTecnologia
SedeMountain View, Califórnia, EUA

Para ir ao trabalho, você abre o Waze e verifica qual é a melhor rota para chegar ao seu destino. Chegando ao escritório, acessa o Gmail para conferir mensagens. Caso queira relaxar um pouco, abre o YouTube e assiste a um vídeo. São muitos os produtos da subsidiária da Alphabet no dia a dia das pessoas, portanto, vale a pena conhecer a história do Google. 

Criado por dois estudantes na década de 1990, o Google(GOGL34) começou como uma pequena empresa em uma garagem e, em poucos anos, se transformou em um dos principais conglomerados do planeta, cujos produtos são usados por bilhões de pessoas no mundo todo. Continue a leitura para conhecer em detalhes a história do Google. 

01/07/2020 REUTERS/Arnd Wiegmann

O que é o Google?

O Google foi criado como um mecanismo para indexar sites, ou seja, um buscador. O objetivo inicial dos fundadores da empresa era organizar de uma forma clara e coesa todas as informações contidas na Internet. 

Na época em que o Google foi lançado, já existiam alguns buscadores, como o Altavista do Yahoo. Contudo, o mecanismo do Google era mais rápido e apresentava uma qualidade maior, o que fez com que esse buscador ganhasse mais relevância.

Há muito tempo o Google deixou de ser apenas um indexador de sites e passou a oferecer diferentes serviços para os seus usuários, além de comprar empresas do setor de tecnologia, como o Waze e o YouTube, para ganhar ainda mais espaço no mercado. 

Fundação do Google

A história do Google começa oficialmente em 1998, quando a empresa foi fundada pelo americano Larry Page e pelo russo Sergey Brin. Os dois se conheceram no ano de 1995, na Universidade de Stanford. Nessa ocasião, Page foi visitar o local e Brin foi o responsável por apresentar a instituição para ele.

Já no ano seguinte, em 1996, os dois começaram a desenvolver um mecanismo de buscas. Esse trabalho deu origem ao BlackRub, que posteriormente seria chamado de Google, nome que perdura até hoje. 

Em 1998, Page e Brin receberam um investimento de US$ 100 mil de Andy Bechtolsheim, co-fundador da empresa Sun. Com esse aporte de capital, os estudantes conseguiram fundar oficialmente a Google Inc. 

Por que ‘Google’?

A palavra “Google” foi escolhida como nome da empresa por causa do termo matemático “gogol”, que representa o número 1 seguido de cem zeros. Larry Page e Sergey Brin consideraram que esse termo usado nas ciências exatas conseguiria demonstrar muito bem o principal objetivo da empresa, que era organizar as informações presentes na internet. 

Significado do logotipo e evolução

O primeiro logotipo do Google foi criado por seus fundadores, Larry Page e Sergey Brin. Esse desenho já trazia uma característica que seria mantida nos logos da empresa ao longo da sua história: as letras coloridas.

O logotipo criado pelos fundadores da companhia, em 1998, foi feito com a fonte Baskerville Bold e trazia as cores verde, vermelho, amarelo e azul. Pouco tempo depois, os empresários resolveram fazer uma pequena alteração no logo e colocaram um ponto de exclamação no final da palavra.

No ano de 1999, Page e Brin contrataram a designer Ruth Kedar para desenhar um novo logotipo para a marca. Ela alterou a fonte usada, optando pela Catull Typeface, retirou o ponto de exclamação ao final da palavra, mas manteve a mesma paleta de cores.  

Em 2013, ocorreu uma nova alteração no logotipo. Naquele ano, os designers responsáveis pelo logo decidiram retirar a sombra projetada pela palavra “Google” e passaram a usar um design mais plano.

No ano de 2015, foi feita a última mudança significativa no logo da empresa. Nessa ocasião, os designers responsáveis pelo projeto abandonaram o uso da fonte Catull Typeface e optaram por uma fonte feita sob medida para a empresa, a Product Sans.

buscas google

Da garagem ao Vale do Silício 

O Google foi criado no dormitório de uma universidade. A empresa só abriu o seu primeiro “escritório” em fevereiro de 1999, após o investimento feito por Andy Bechtolsheim, na garagem da casa de Susan Wojcicki, no subúrbio de Menlo Park, na Califórnia. Atualmente, Wojcicki é CEO do YouTube.

Já em agosto de 1999, a companhia se instalou em um escritório localizado em Mountain View, também na Califórnia. Nessa época, o Google já contava com cerca de 40 funcionários. Foi somente no ano de 2003 que a organização se mudou para sua atual sede, chamada de Googleplex.

Valor de mercado da Alphabet, dona do google

A capitalização do Google 

Uma parte importante da história do Google foi a abertura de capital da empresa na Nasdaq, uma das bolsas de valores de Nova York. A oferta inicial de ações foi de, aproximadamente, 19,5 milhões de papéis, que custavam US$ 85. Na época do IPO, o Google tinha um valor de mercado de US$ 23 bilhões. 

As ações do Google são negociadas sob a sigla “GOOGL”, e estão divididas em diferentes categorias. São elas: os papéis de classe A, que não dão direito a voto, e os ativos de classe C, que dão direito a voto.

Além disso, há também as ações da classe B, mas esses papéis são exclusivos dos fundadores do Google, portanto não são negociados na bolsa de valores. A principal característica dessas ações é que elas dão a Larry Page e a Sergey Brin uma vantagem de 10 votos por cada ação. 

Criação do Gmail e novas ferramentas

Apesar de ter nascido do desejo de seus fundadores de criarem um mecanismo de pesquisa rápido e eficiente, em poucos anos, o Google ampliou as suas atividades e lançou novos serviços e ferramentas.

Um dos lançamentos mais bem-sucedidos da empresa certamente foi o Gmail. A versão beta do provedor de e-mail do Google foi lançada em 2004, mas somente no ano de 2009 a ferramenta foi divulgada.

O serviço de e-mails do Google é um dos mais populares no mundo: atualmente, 36,5% das aberturas de e-mails no planeta ocorreram através do Gmail. Uma das grandes vantagens desse serviço de mensagens eletrônicas é que ele está disponível em diferentes navegadores, como Windows, Linux e Safari.

Além disso, o Gmail também pode ser acessado a partir de dispositivos móveis iOS e Android. Outro benefício desse provedor de e-mail é que ele é integrado a outras ferramentas da empresa de Larry Page e Sergey Brin, como o Google Agenda, Google Forms e Google Sheets. 

Outras ferramentas criadas pelo Google ao longo da sua história e que, hoje, são usadas por milhões de pessoas ao redor do mundo são:

  • Google Maps;
  • Google Keep;
  • Google Photos;
  • Google Play Store;
  • Google Drive;
  • Google tradutor;
  • Google Wallet;
  • Google Ads;
  • Google Finance;
  • Google Meet.

Expansão do Google

Pessoas usam dispositivos móveis em frente ao logo do YouTube na ilustração 28/03/2018 REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração

Para se tornar a gigante de tecnologia global que é hoje, além de criar novos serviços e ferramentas, o Google também adquiriu e aprimorou diversas empresas que, na época da aquisição, eram negócios extremamente promissores. Entre as principais companhias adquiridas pelo Google ao longo da sua história estão:

  • Android – comprado em 2005 por, aproximadamente, 50 milhões de dólares;
  • YouTube – adquirido em 2006 por 1,65 bilhão de dólares;
  • Motorola Mobility – comprada em 2011 por 12,5 bilhões de dólares;
  • Nest – aquisição feita em 2011 por 3,2 bilhões de dólares;
  • Waze – comprado no ano de 2013 por 1,1 bilhão de dólares.

Ao longo da sua trajetória, o Google ampliou o seu foco de atuação. A empresa passou a investir em sistemas operacionais, dando origem ao Chromebook, que pode ser encontrado em alguns notebooks. Além disso, a empresa também lançou o Google Home, que é um assistente virtual.  

Lançamento da Alphabet

A Alphabet é um conglomerado de empresas que surgiu para organizar de uma maneira mais eficiente as organizações controladas pelo Google, incluindo a própria empresa de tecnologia. A Alphabet foi criada no ano de 2015 e, atualmente, o Google é uma das subsidiárias dessa organização.

Com a criação da Alphabet, as empresas controladas pelo Google foram divididas e negócios como Google Maps e Android ficaram sob responsabilidade direta do Google. Já para administrar as companhias que possuem foco em outras áreas, foram criadas novas subsidiárias.

Logo após a criação da Alphabet, Larry Page assumiu o cargo de CEO do conglomerado, posição que ocupou até o ano de 2019. Atualmente, o CEO dessa organização é o indiano radicado nos Estados Unidos, Sundar Pichai.

Apesar de não atuarem mais no dia a dia da companhia, Larry Page e Sergey Brin ainda fazem parte do conselho da organização e, por causa das suas ações especiais de classe B, ainda podem exercer uma grande influência nos rumos da Alphabet. 

Como está a empresa atualmente?

A Alphabet, dona do Google, é uma das empresas mais valiosas do mundo. O valor de mercado dessa organização é de cerca de 1,7 bilhão de dólares. Além disso, o Google está entre as cinco marcas mais valiosas do mundo. 

Atualmente, o Google detém cerca de 70% do mercado de buscas em todo o mundo. Só no Brasil, essa empresa do Vale do Silício é responsável por 99% das buscas feitas na internet. 

Mesmo atingido esse valor de mercado gigantesco, o Google continua investindo pesado em tecnologia para conseguir entregar produtos e serviços cada vez melhores e mais inovadores para os seus clientes.

Uma das principais apostas atuais da empresa de tecnologia da Califórnia é a inteligência artificial. Ao investir nesse tipo de inovação tecnológica, o Google deixará de ser somente um mecanismo de indexação de sites e passará a ser, também, um criador de conteúdo.

A principal tecnologia do Google no setor de inteligência artificial é o Bard, que foi lançado oficialmente no Brasil em julho de 2023. O Google Bard é um chatbot programado para criar diálogos naturais e realizar algumas tarefas específicas, como traduzir textos e formatar documentos. 

Quem é o dono do Google?

Se você quer saber quem é o dono do Google atualmente, saiba que essa é uma organização de capital aberto, isso significa que essa companhia não pertence somente aos fundadores e aos primeiros financiadores da organização, mas a todos que possuem ações da empresa. Os principais investidores dessa organização são:

  • Vanguard Group Inc;
  • Blackrock Inc;
  • State Street Corporation;
  • FMR, LLC;
  • Price (T. Rowe) Associates Inc.

Os fundadores do Google não estão entre os maiores acionistas da organização, mas, como eles possuem ativos de Classe B, que garantem uma vantagem de 10 votos por papéis, eles ainda possuem muita relevância dentro da companhia. 

Quais são as empresas subsidiárias?

A Alphabet é um conglomerado de empresas, sendo que as subsidiárias dessa organização são:

  • GV (investimentos);
  • Wing (drones e carros autônomos);
  • Calico (biotecnologia);
  • Sidewalk (inovações para as áreas urbanas);
  • Google (produtos, serviços e ferramentas relacionados à internet);
  • Verily Life Science (pesquisas na área da saúde);
  • X (incubadora com foco em inovações tecnológicas);
  • Access and Energy (disseminação da internet para regiões remotas);
  • Nest (internet das coisas);

Aprendizados sobre a história do Google

Há muito o que aprender com a história do Google. O principal é sobre como encontrar uma brecha no mercado e desenvolver um produto que venha para acabar com essa lacuna e facilitar o dia a dia das pessoas.

Outro aprendizado que a história do Google pode trazer é a importância de estar sempre atento às tendências de mercado para conseguir aproveitar as novas oportunidades assim que elas surgirem e, dessa forma, sair na frente dos seus concorrentes. 

Logo do Google 17/11/2021 REUTERS/Andrew Kelly

Livros sobre o Google

Quem quiser conhecer mais sobre a história do Google pode gostar de ler o livro “Como o Google funciona”, de Eric Schmidt e Jonathan Rosenberg. A obra mostra o que fez com que a empresa que nasceu no dormitório de uma universidade americana virasse uma gigante global no setor de tecnologia. 

Já se você quiser entender melhor como funciona a parte técnica da empresa, ou seja, aquilo que faz o mecanismo de buscas e os outros produtos da companhia funcionarem, não deixe de ler “Engenharia de Confiabilidade do Google”, uma coletânea de artigos organizada por Betsy Beyer, Chris Jones, Jennifer Setoff e Niall R. Murph. 

O Google é um gigante no setor da tecnologia e conseguiu, em relativamente pouco tempo, ser classificado como uma das marcas mais valiosas do mundo. Por isso, vale muito conhecer a história do Google e tirar lições valiosas da trajetória da companhia. 

Se você quiser se inspirar com a história de outro empresário do setor de inovações tecnológicas, que também revolucionou a forma como as pessoas lidam com a tecnologia, confira o perfil de Bill Gates, o fundador da Microsoft.

Veja também

Boletim bwinBoletim bwin
ANÚNCIO PATROCINADOConfira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Hidrogênio Verde
bwin Mapa do site